sábado, 18 de março de 2017



O gerente de Relações Institucionais e Governamentais da BRF, Roney Nogueira dos Santos, foi preso na madrugada deste sábado (18) pela Polícia Federal. De acordo com a assessoria da BRF, a prisão aconteceu quando Roney desembarcou no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. Ele estava na África. O local para onde o gerente foi levado não foi divulgado.


Roney Nogueira teve o mandado de prisão preventiva decretado nesta sexta (17) pela Operação Carne Fraca, que investiga fraudes na venda de carnes. De acordo com a Polícia Federal, Roney é acusado de atuar para influenciar nas decisões dos fiscais do ministério da Agricultura.

De acordo com as investigações da operação, produtos químicos eram usados para maquiar carne vencida, e água era injetada nos produtos para aumentar o peso. Foram listados ainda casos em que papelão eram colocados em lotes de frango e carne de cabeça de porco em linguiças. Ao todo, 22 empresas são investigadas na operação, das gigantes JSB e BRF – que controlam marcas como Seara, Perdigão e Friboi – a frigoríficos menores como Master Carnes, Souza Ramos e Peccin.


Além de Roney dos Santos, o diretor da BRF André Luis Baldissera também á alvo de prisão preventiva. "A BRF assegura a qualidade e a segurança de seus produtos e garante que não há nenhum risco para seus consumidores, seja no Brasil ou nos mais de 150 países em que atua", disse. (Correio24horas)

Comentários da Notícia: