quinta-feira, 2 de março de 2017



Após dois graves acidentes na Sapucaí, o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) decidiu reunir, ainda neste mês de março, todos os agentes envolvidos nos acidentes com carros alegóricos de escolas de samba no Carnaval do Rio de Janeiro. Como anunciado nessa terça (28) pelo presidente do órgão, Carlos Augusto de Azevedo, o encontro deve contar com representantes da Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), do Corpo de Bombeiros e do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ), entre outras instituições. Em seguida, o Inmetro vai definir um grupo de trabalho para fazer a regulamentação dos carros, a partir de medidas de curto, médio e longo prazos. "Com isso, entendemos que diminui a possibilidade de acidentes, de falhas no material", defende o presidente. Ele acrescenta que serão definidos parâmetros e medidas para os carros alegóricos de forma semelhante ao que acontece com ônibus escolares. O instituto pretende verificar ainda se o projeto foi feito para suportar determinada carga. (BahiaNotícias)

Comentários da Notícia: