domingo, 26 de março de 2017


O deputado federal Julio Lopes (PP-RJ) recebeu pelo menos R$ 600 mil em dinheiro da Odebrecht em 2014, confor relato de dois ex-executivos da empreiteira que fizeram acordo de colaboração premiada com a Lava Jato. Lopes foi secretário estadual de Transporte do Rio de Janeiro entre 2007 e 2014. De acordo com matéria publicada em O Globo neste sábado (25), os pagamentos teriam sido feitos ao então candidato a deputado federal por meio do setor de Operações Estruturadas da Odebrecht, responsável por fazer repasses ilegais. Os pagamentos foram autorizados pela Odebrecht e informados aos funcionários do setor que disponibilizava os recursos em dinheiro, entregues mediante informação de uma senha específica. Ainda segundo o diário carioca, as doações não foram registradas oficialmente. O sistema de prestação de contas de candidaturas informa que o parlamentar recebeu R$ 3,3 milhões em doações oficiais nas eleições de 2014. À reportagem, por meio da assessoria de imprensa, o parlamentar disse desconhecer as “supostas acusações”. “Durante os sete anos em que foi gestor da Secretaria de Transportes do Estado do Rio de Janeiro, o deputado Julio Lopes trabalhou unicamente em defesa dos interesses do estado”, diz a nota. (Bahia.Ba)

Comentários da Notícia: