quinta-feira, 16 de março de 2017




Dois juízes federais deferiram medidas cautelares para suspender a nova ordem do governo estadunidense que tenta vetar imigrantes de seis países majoritariamente muçulmanos: Iêmen, Síria, Irã, Sudão, Líbia e Somália.

A ordem foi suspensa nesta quinta-feira (16) em Maryland pelo juiz distrital Theodore Chuang, e na última quarta (15) o juiz distrital Derrick Watson, do Havaí, também emitiu uma liminar de suspensão. A ordem entraria em vigor nesta quinta, e o presidente Donald Trump afirmou que vai recorrer à Suprema Corte.

Durante um evento em Nashivelle para seus apoiadores, o republicano afirmou que a decisão do juiz havaiano “extrapola” o campo judicial e faz os EUA “parecerem um país fraco”.

Os juízes afirmaram que a nova ordem fere o princípio da liberdade religiosa. De acordo com Watson, um “observador sensato” poderia concluir que o decreto presidencial foi emitido com “o propósito de desfavorecer uma religião em particular”.

Além das duas ações julgadas, uma outra foi impetrada no estado de Washington e deve ter uma decisão proferida em Seattle.(AgênciaBrasil)

Comentários da Notícia: