• Edir Macedo chama línguas estranhas de falsidade e critica profecias

    Repórter: AmargosaNews.com
    Publicado: sexta-feira, 3 de março de 2017
    A- A+
    Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, já ensinou várias vezes sobre sua descrença a respeito da contemporaneidade do dom de línguas e algumas práticas de igrejas pentecostais. Usando seu blog, nesta terça-feira (2) ele fez duras críticas. “Nada tem sido tão devastador nas igrejas como a ignorância com respeito às profecias. Da mesma forma como Satanás tem usado a falsidade de línguas estranhas também tem se aproveitado da falta de discernimento espiritual com respeito às profecias”, inicia o texto assinado por ele. “O pior é que muita gente escolada também tem se rendido às farsas das “profetas” que, diga-se de passagem, são mulheres mal casadas ou frustradas sentimentalmente. A situação é tão crítica que chega-se a misturar profecias, adivinhações, previsões do futuro e até imposições de casamentos, negócios e viagens, tudo no mesmo pacote da ilusão para enganar os incautos sinceros”, argumenta o bispo. 
    Usando vários versículos bíblicos, ele deu sua visão sobre o que seria o real objetivo das profecias. Citando 1 Coríntios 14.3, asseverou que elas servem apenas para “edificação, exortação e consolação”. Em seguida, argumentou que “O profeta fala aos homens (Igreja). Ou seja, o profeta não fala para alguém em particular. Ao contrário, se a palavra é profética, então ela vem de Deus e, se vem de Deus, Sua orientação é para abençoar todos da Igreja, mas nunca para alguém em particular”. Concluiu dizendo acreditar que as línguas e a profecia são “um sinal para os infiéis” (1 Co 14.3,4 e 22), embora não tenha dito como isso acontece.

    Quem acompanha o blog do líder da IURD sabe que, embora seja rotulado de pentecostal ou neopentecostal, ele rejeita o termo. Em outras ocasiões já tentou se desassociar das igrejas pentecostais, dizendo que situações como rodar ou cair no Espírito – comum em muitas delas – são atos do “antiespírito santo”, algo semelhante ao anticristo, sendo obra de Satanás. Macedo chega a dizer que cair e girar no “espírito” é algo do diabo. “Mas eis-me aqui para afirmar categoricamente que todos os espíritos do cai-cai, do gira-gira etc. vêm do mesmo lugar do anticristo. E para provar o que digo, basta avaliar a qualidade de vida dos que aceitam girar e cair.” O líder da IURD ainda fez um apelo para que os evangélicos que frequentam essas igrejas: “Quem é de Deus fuja dessa gente enquanto há tempo”. (Voz da Bahia)
  • Comentários