quarta-feira, 15 de março de 2017




O governo estadual fez a entrega, na manhã desta quarta-feira, 15, de novas ambulâncias a 78 municípios baianos – cidades como Ubaíra (centro- -sul), Conceição do Coité e Aporá (nordeste).

Com um investimento, segundo dados do governo, de cerca de R$ 6,2 milhões, a aquisição das ambulâncias visa garantir acesso à saúde das populações desses municípios e localidades vizinhas – ou, ainda, para encaminhamentos de pacientes, pela regulação estadual, para grandes centros, como Salvador, cidades-polo e região metropolitana.

A entrega das ambulâncias foi feita no estacionamento da Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), pelo governador Rui Costa, acompanhado do secretário da Saúde do estado, Fábio Vilas-Boas, e dos deputados estaduais responsáveis pelas emendas parlamentares que captaram as ambulâncias.

Para receber os novos equipamentos, prefeitos do interior, acompanhados de secretários municipais da Saúde, vieram à capital buscar as chaves. Para o gestor de Nova Soure (cidade do nordeste baiano, a 225 km da capital), Cassinho (PSC), o novo equipamento atende à necessidade do município, que antes não tinha ambulância.

“Estávamos contando com a ajuda de cidades vizinhas, distantes cerca de 20 km, para emprestar a ambulância. Agora não. Tenho certeza de que vamos atender a população com mais rapidez, mais segurança e com maior conforto. Estamos muito felizes por essa conquista, que vai melhorar a qualidade de vida do povo do interior”, disse o prefeito de Nova Soure.

De acordo com o planejamento divulgado ontem pelos gestores da área da Saúde, essas ambulâncias apresentadas na solenidade no CAB integram um total de 450 veículos que serão entregues pelo governo do estado, sendo que 284 delas serão destinadas aos municípios do interior e outras 166, utilizadas na renovação da frota da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), incluindo a Central de Regulação.

Policlínicas

Também nesta quarta, no salão de atos da Governadoria (CAB), o governador implantou consórcios de saúde na área de Alagoinhas e região metropolitana de Salvador (RMS). Na solenidade, ele também garantiu a construção de uma policlínica para cada um dos consórcios. As policlínicas serão construídas em Alagoinhas e Simões Filho.

Rui disse que há mais de 200 hospitais na Bahia, mas a maioria não faz cirurgias nem partos: “Vários países perceberam que é melhor ter um hospital que resolva o problema de muitos do que vários que não resolvem nada. Temos que redesenhar o modelo, e as policlínicas vêm nessa direção”.

Moema Gramacho (PT), prefeita de Lauro de Freitas, lembrou que, mesmo com a prevenção, as pessoas precisam de médicos e exames especializados. “E isso é caro. Para cidades maiores e ricas, isso é difícil, imagine as menores. Esta iniciativa vem resolver este problema, com a cooperação entre os municípios”, aprovou. (ATarde)

Comentários da Notícia: