• Juiz da Lava Jato declara extinta punibilidade de Marisa Letícia

    Repórter: AmargosaNews.com
    Publicado: sexta-feira, 3 de março de 2017
    A- A+

    Um mês após a morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia, o juiz federal Sérgio Moro declarou nesta sexta-feira, 3, extinta a punibilidade da mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Marisa morreu aos 66 anos, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, em decorrência de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). A mulher de Lula era ré em ação penal do caso tríplex por lavagem de dinheiro. A defesa de Marisa havia pedido ‘a absolvição sumária em decorrência da extinção da punibilidade’ em 13 de fevereiro. Em manifestação a Moro, o Ministério Público Federal concordou com a declaração de extinção da punibilidade. Para o juiz da Lava Jato, ‘cabe, diante do óbito, somente o reconhecimento da extinção da punibilidade, sem qualquer consideração quanto à culpa ou inocência do acusado falecido em relação à imputação’. “De todo modo, cumpre reconhecer que a presunção de inocência só é superada no caso de condenação criminal. Não havendo condenação criminal, é evidente que o acusado, qualquer que seja o motivo, deve ser tido como inocente. Assim, em vista do lamentável óbito, declaro a extinção da punibilidade de Marisa Letícia Lula da Silva”, anotou.
  • Comentários