terça-feira, 21 de março de 2017


Quase oito anos após o caso, o juiz Marco Couto, titular da 1ª Vara Criminal Regional de Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio, aceitou a denúncia do Ministério Público contra Rodrigo Fernandes das Dores de Souza, irmão do goleiro Bruno Fernandes. Rodrigo é acusado de participar do sequestro de Eliza Samúdio, modelo e ex-amante do goleiro, em 2009. Segundo informações de O Globo, a Justiça aceitou também a denúncia contra Anderson Rocha da Silva, o Russo, pelo mesmo motivo. Embora as investigações tenham concluído que quatro homens ocupavam o carro que conduziu Eliza durante o sequestro, apenas Bruno e o amigo Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, foram presos. A polícia acredita que Rodrigo já estava dentro do carro, escondido, quando o goleiro ameaçou e obrigou Eliza a acompanhá-lo. Depois disso, com o auxílio de Russo e Macarrão, os quatro levaram a modelo para o apartamento de Bruno, onde a forçaram a tomar medicamentos abortivos para interromper a gravidez de Bruninho. Nessa época, Eliza estava grávida de cinco meses. Condenado pelo assassinato e ocultação de cadáver da modelo, além do sequestro e cárcere privado do filho, Bruno recorreu da decisão judicial e aguarda julgamento em segunda instância. Em fevereiro, ele foi solto, por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), e logo depois contratado para jogar no time Boa Esporte, do interior de Minas Gerais. (BN)

Comentários da Notícia: