segunda-feira, 27 de março de 2017




Sentido e relatado por moradores de Salvador, Itaparica e região, os tremores do último domingo (26) não foram um abalo sísmico. A afirmação é do Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP) e foi divulgada nesta segunda-feira (27).

De acordo com o órgão especializado, "caso as vibrações tivessem sido causadas por um tremor de terra, o tamanho da área de percepção indicaria uma magnitude de pelo menos 3 na escala Richter". Em nota, o centro diz que não houve registro de abalo sísmico na capital baiana em nenhuma Rede Sismográfica Brasileira (RSBR).

Até o momento, não há a causa exata do tremor, no entanto, o centro considera que há possibilidade das vibrações serem consequência da quebra de barreira do som por jatos da Força Aérea. (Metro1)

Comentários da Notícia: