quarta-feira, 8 de março de 2017

Como desdobramento da parceria com o Sebrae, iniciada em fevereiro, a prefeitura de Castro Alves inaugurou a Sala do Empreendedor na manhã dessa segunda, 6, em um ambiente da sede. O local será para o atendimento unificado dos pequenos negócios, desde informações e orientações sobre a abertura, funcionamento e formalização, até capacitações destinadas aos Microempreendedores Individuais (MEI).

O prefeito de Castro Alves, Thiancle Araujo, revelou que a motivação para implantar o espaço foi formalizar e capacitar os fornecedores locais para comercializar com o município e, com isso, fortalecer a economia da cidade. “Precisamos desenvolver o empreendedorismo na gestão e dedicar cada vez mais esforços e recursos para desenvolver essa prática, não só aqui, mas em toda região”, declarou.

A Sala do Empreendedor vai funcionar no espaço reformado pelo especialista em elétrica, pintura e alvenaria, João Evaristo Unpierre, que se formalizou como MEI no mês passado. “Com o MEI o Governo está dando um grande passo, beneficia as pessoas que querem começar, mas que têm poucos recursos e buscam crescer”, afirma.

O gerente regional do Sebrae em Santo Antônio de Jesus, Carlos Henrique Oliveira, parabenizou o prefeito e sua equipe pela escolha do empreendedorismo na administração e contou sua satisfação em saber que, entre os 46 prestadores de serviço de transporte escolar atuantes no município, 40 estão formalizados como MEI. “Ver que o trabalho do Sebrae junto com a prefeitura resultou nessa sala tão bem estruturada nos dá orgulho e motivação para continuar e força para fazer com que isso se multiplique cada vez mais”, ressaltou.

Qualificação

Castro Alves recebe, nessa terça, 7, na quadra coberta do Colégio Municipal Luiz Eduardo Magalhães, uma palestra de sensibilização para a formalização no MEI, além de tirar todas as dúvidas. Os interessados poderão participar também da Oficina PAS, do Programa Alimento Seguro, que capacitará em boas práticas de manipulação de alimentos e bebidas os ambulantes que pretendem trabalhar na festa de comemoração do aniversário da cidade, celebrado na próxima semana.

Alexsandra Gomes trabalha há um ano com lavagem ecológica de estofados em geral, que dispensa o uso de água. Depois de participar de cinco cursos oferecidos pelo Sebrae e pesquisar na internet, ela decidiu se formalizar no evento. “Com isso vou poder divulgar melhor meu trabalho, emitir nota fiscal e adquirir máquina de cartão de crédito, que muitos clientes pedem e ainda não posso ter”, comemorou. Para se tornar MEI será preciso apresentar RG, CPF, comprovante de residência, título de eleitor e recibo da declaração de Imposto de Renda, caso seja declarante. O processo é rápido, gratuito, e a formalização assegura ao empreendedor benefícios como auxílio maternidade e aposentadoria, além de serem isentos de diversos tributos como PIS, Cofins e IPI na contribuição. (Ascom Sebrae)

Comentários da Notícia: