quarta-feira, 12 de abril de 2017




O número de processos envolvendo acidentes de trabalho na Bahia cresceu 273% em dois anos. Em 2014 foram 1.986 ações protocoladas. Já em em 2015, foram 3618 e em 2016 , 5.437. Os números são da Coordenadoria de Estatística e Pesquisa do Tribunal Superior do Trabalho.

A Coordenadoria apurou a quantidade de processos trabalhistas que incluem temas como indenização por dano moral ou material em decorrência de acidentes laborais, prescrição e responsabilidade civil do empregador.

De acordo com o desembargador Luiz Roberto Mattos, gestor regional do programa Trabalho Seguro na Bahia, a redução do quadro de empregados nas empresas, por conta da crise, causa uma sobrecarga de trabalho maior. Isso intensifica os riscos de adoecimento e acidentes de trabalho.

De acordo com dados da Organização Internacional do Trabalho (OIT), divulgados em 2013, 2 milhões de pessoas morrem por ano por conta de doenças ocupacionais no mundo, e o número de acidentes de trabalho fatais por ano chega a 321 mil. Isso significa que um trabalhador morre por conta de uma doença relacionada ao trabalho a cada 15 segundos. Os dados colocam o Brasil no 4º lugar no ranking mundial de acidentes fatais de trabalho, com mais de 700 mil registros de acidentes anualmente, sendo quase 4 mil fatais. (Metro1)

Comentários da Notícia: