domingo, 16 de abril de 2017




Com gol salva-vidas nos minutos finais, o Vitória arrancou empate contra o Vitória da Conquista por 1 a 1, neste domingo (16), na partida de ida da semifinal do Campeonato Baiano.

O jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira (19), no Barradão. Para avançar à final, o Vitória precisa apenas de um empate sem gols.

O jogo

Parecia que o pesadelo da partida contra o Paraná, na última quinta-feira, continuava assombrando o elenco do Vitória.

Isso porque a estratégia de jogo do Leão foi muito parecida, assim como os erros. No primeiro tempo, foram várias arrancadas pela direita com David e Patric, chuveirinho na área, e André Lima tentando marcar de cabeça, mas sempre mandando para fora ou para as mãos do goleiro.

A principal diferença foi que, desta vez, o Rubro-Negro não conseguiu pressionar o adversário por tanto tempo, e logo abriu espaço para o time do interior jogar. Principalmente em jogadas de contra-ataque.

Tanto que, após tantas chances desperdiçadas pelo Leão, aos 38 minutos, Diego Aragão, do Vitória da Conquista, deu arrancada pela esquerda num contra-ataque e mandou direto para as mãos de Fernando Miguel.

A segunda etapa começou disputada, com a posse de bola mais dividida. O Vitória tinha muitas falhas com marcação, e ainda não conseguia levar real perigo ao gol do Conquista.

A situação mudou aos 25 minutos, quando Todynho recebeu pela ponta direita, invadiu a área marcou um golaço, abrindo o placar para o time da casa.

Desarrumado, o Vitória tentava pressionar como podia para reverter a situação. Mas continuava com dificuldade em acertar passes de profundidade e marcar a saída de bola do time do interior.

O gol salvador veio de André Lima, que, aos 48 minutos, cabeceou para as redes após cruzamento de Euller na intermediária. O lance chegou a ser analisado pela arbitragem para comprovar se não havia impedimento, mas o atacante estava em posição legal. (ATarde)

Comentários da Notícia: