sexta-feira, 7 de abril de 2017




O Ministério Público da Bahia (MP-BA), após inspecionar a Unidade Especial Disciplinar (UED) do Complexo Penitenciário da Mata Escura, de onde 25 presos fugiram, determinou o prazo de trinta dias para a administração do presídio solucionar as irregularidades encontradas.

O promotor Edmundo Reis, da Vara de Execuções Penais, afirmou que a UED, desde que foi criada, há onze anos, passou por um processo de degradação muito grande. "A unidade tinha todas as portas automatizada, paneis de controle em três pontos básicos, mas, em razão de programa de construção de novas unidades, deixou para o segundo plano a manutenção dessas unidades”, explicou.

Do total de presos foragidos, apenas um foi recapturado até o momento. Na lista de procurados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) estão homicidas, traficantes e assaltantes. (G1-BA)

Comentários da Notícia: