quinta-feira, 13 de abril de 2017




Uma operação conjunta entre a Delegacia de Defesa do Consumidor, da Polícia Civil, e Agência Nacional de Petróleo (ANP) para combater a comercialização ilegal de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) realizada nessa quarta-feira (12), resultou na apreensão de 400 botijões de gás em estabelecimentos em diversos bairros de Salvador.

Equipes dos departamentos de Polícia Metropolitana (Depom) e de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) participaram da ação que resultou na condução de 13 pessoas para à sede da Decon, na Rua Carlos Gomes. Dez depósitos clandestinos e uma revendedora autorizada foram vistoriados nos bairros de Dom Avelar, Castelo Branco e Vila Canária.

A titular da Decon, Idalina Otero, informou que a revendedora autorizada recebeu um carregamento de botijões sem nota fiscal. O estabelecimento foi autuado e interditado pela ANP. "Descobrimos que esta revendedora vinha fornecendo botijões para serem revendidos por estabelecimentos não autorizados pela ANP", explicou a delegada.

Ainda de acordo com a delegada, os funcionários do estabelecimento faziam o transporte dos botijões em motocicletas equipadas com as chamadas "cangalhas", fato que pode ocasionar risco à integridade dos transeuntes e motoristas próximos. "O gás GLP é inflamável, portanto, deve ser armazenado e transportado em condições seguras, em obediência às normas legais, para evitar risco de explosão e incêndio", ressaltou. (Metro1)

Comentários da Notícia: