quinta-feira, 27 de abril de 2017




A Secretaria da Segurança Pública e o Comando-Geral da PM negaram nesta quinta-feira (27) o boato de que os policiais militares vão parar durante a greve nacional programada para esta sexta (28) contra as reformas trabalhista e da previdência. Por meio de nota, as duas instituições afirmaram ser falsa uma mensagem que circula nas redes sociais apontando uma possível paralisação, atribuída à Associação de Praças da Polícia e Bombeiro Militar da Bahia (APPMBA).

Em nota, a SSP disse que estará nas ruas “garantido o direito democrático dos baianos protestarem”. Ainda segundo a nota, caso haja bloqueio de rodovias ou estradas, “serão adotados os protocolos para liberação do trânsito” para garantir o direito de ir e vir dos moradores que não estiverem participando da paralisação. A SSP disse ainda que “espera que as manifestações transcorram de maneira pacífica”, conclui a nota.

Já a associação informou que apoia as manifestações contra as reformas e se disse favorável aos movimentos que vão ocorrer nesta sexta. A entidade defende que “este é um momento que a população baiana mais precisa do efetivo policial trabalhando nas ruas para que o povo possa exercer com segurança e tranquilidade suas legítimas reivindicações”. (Correio)

Comentários da Notícia: