terça-feira, 23 de maio de 2017




O senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) divulgou nesta terça-feira (23) um vídeo, no qual diz ser vítima de "uma armação". O tucano afirma que não ganhou dinheiro com a carreira política e deu sua versão após a divulgação da delação premiada de executivos do Grupo JBS. Em uma gravação de 30 minutos, Aécio é flagrado pedindo R$ 2 milhões para, supostamente, pagar a defesa dele na Operação Lava Jato.

"Há cerca de dois meses, eu pedi à minha irmã, Andrea, que procurasse o senhor Joesley e oferecesse a ele a compra de um apartamento onde minha mãe vive há mais de 30 anos, herança de seu ex-marido e que havia sido colocado à venda. Com parte desses recursos eu poderia pagar a minha defesa em inquéritos que, tenho certeza, serão arquivados. E fiz isso porque não tinha dinheiro. Não fiz dinheiro na vida pública", declarou o senador afastado. (Metro1)

Comentários da Notícia: