quinta-feira, 25 de maio de 2017




Em partida válida pela grande final da Copa do Nordeste, o Bahia recebeu a Arena Fonte Nova a equipe do Sport nesta quarta-feira (24). Com o estádio completamente tomado de torcedores tricolores e rubro-negros, o time mandante dominou o adversário no primeiro tempo e jogou com tranquilidade no segundo tempo para levantar a taça. Com gol de Edigar Junio, o título ficou com o time baiano, que venceu por 1 a 0.

Com a bola rolando no primeiro tempo, o Sport teve maior posse de bola, mas acabou vendo os tricolores comemorando primeiro. Após belo passe de Armero, Edigar Junio dominou, girou em cima de Durval e tocou por cima de Magrão, levando os torcedores ao delírio com o gol. Em vantagem, o Bahia quase chegou ao segundo após boa jogada de Régis, mas o meia acabou mandando a bola para fora. O Leão da Ilha do Retiro acabou se complicando após Rogério ser expulso de jogo. O atacante, que já tinha cartão amarelo após se envolver em confusão com Régis, se jogou dentro da área para tentar cavar um pênalti, mas acabou punido com o cartão vermelho.

No segundo tempo, o técnico Ney Franco mexeu no time e colocou os meias Marquinhos e Everton Felipe para tentar dar sangue novo ao time. Mas os visitantes continuavam passando sufoco com o domínio tricolor. O Bahia chegou a marcar o segundo, mas o árbitro marcou impedimento de Edigar Junio e anulou o lance. Após o treinador Guto Ferreira tirar o meia Régis e colocar o volante Matheus Sales, o time do Sport passou a atacar mais e chegou a ter uma boa chance com Everton Felipe. O meia tabelou com André e chutou cruzado, mas Jean caiu bem e salvou o tricolor.

Já na reta final, o Esquadrão de Aço se defendia como podia, com o placar favorável e a mão na taça. Tocando mais os passes, o time pernambucano lançou a equipe para o ataque tentando o empate, mas a defesa tricolor seguiu firme. Em um rápido contra-ataque, Zé Rafael tocou na frente para Allione tentar o chute de cara para o gol, mas o argentino chegou cansado na bola e facilitou a vida do goleiro Magrão. Mesmo com as chances, o Leão de Pernambuco sucumbiu ao Bahia, que se consagrou tri-campeão da Copa do Nordeste. (Metro1)

Comentários da Notícia: