quarta-feira, 31 de maio de 2017



O Bahia corre para anunciar o substituto do técnico Guto Ferreira, que aceitou proposta do Internacional, e encaminhou acerto com Jorginho, ex-Vasco. A tendência é que ele já comande o time no próximo jogo da Série A, segunda-feira (5), contra o Atlético Goianiense, na Fonte Nova.

O último clube do treinador foi o Vasco, que assumiu em agosto de 2015 e ficou até o final da Série B do ano passado. Em São Januário, fez boa campanha no segundo turno do Brasileirão 2015, mas não o suficiente para evitar o rebaixamento. Em 2016, foi campeão carioca invicto e, apesar de conquistar o acesso à Série A, não teve o contrato renovado pela diretoria vascaína. Foi o seu trabalho de mais destaque.

Aos 52 anos, a ficha como treinador teve início em 2005, no América-RJ. Foi auxiliar de Dunga na Seleção de 2006 a 2010 e saiu após a eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo, na África do Sul. Retomou a carreira de técnico e passou por Goiás, Figueirense, Flamengo, Ponte Preta e Vasco, além do Kashima Antlers, do Japão, e do Al Wasl, dos Emirados Árabes Unidos. Com a Ponte, em 2013, chegou ao vice-campeonato da Sul-Americana e foi rebaixado à Série B.

Como jogador, Jorginho foi o lateral-direito titular na campanha do tetracampeonato mundial da Seleção, na Copa de 1994, nos Estados Unidos. (Correio24horas)

Comentários da Notícia: