quarta-feira, 10 de maio de 2017



Ainda neste ano, o consumidor baiano pode sofrer com a alta nas contas de água. Tudo depende da Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Embasa) acatar a solicitação de revisão tarifária. Segundo informações do Correio, a Embasa não informou nem de quanto ou quando o reajuste será feito, mas reforçou que os reservatórios utilizados em diversas regiões do Estado têm sido afetados pela estiagem prolongada. Até o momento, nenhum município atendido pela agência está sem fornecimento. No entanto, 36 cidades abastecidas por mananciais em nível crítico já adotaram o racionamento como medida preventiva. "Na prática, os municípios submetidos a esse regime não ficam sem água, mas contam com um volume menor para distribuição, ou seja, os imóveis terão água nas torneiras em menos dias da semana", explicou a Embasa ao jornal. Alguns dos municípios nesta situação são Vitória da Conquista, Senhor do Bonfim, Poções e Santaluz. Há alguns meses, a agência tem alertado a população de Salvador para economizar água, com o propósito de evitar a adesão do racionamento. (BahiaNotícias)

Comentários da Notícia: