sexta-feira, 5 de maio de 2017


O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), pode deixar na próxima semana a prisão, segundo a coluna Radar On-Line, da revista Veja. De acordo com a publicação, depois da soltura de José Dirceu, a defesa do ex-parlamentar aposta em dois caminhos para pôr fim a sua prisão preventiva. O primeiro é um pedido de habeas corpus que está no Supremo Tribunal Federal (STF). Outra possibilidade é uma apelação que está no Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região, em Porto Alegre. Cunha está preso desde outubro de 2016 por decisão do juiz federal Sérgio Moro. Em março deste ano, foi condenado a 15 anos e quatro meses de relusão na Lava Jato. (Bahia.Ba)

Comentários da Notícia: