segunda-feira, 15 de maio de 2017


Nicolao Dino, vice-procurador-geral Eleitoral, apresentou ao TSE um novo pedido de cassação da chapa Dilma-Temer, informa O Globo. O parecer tem praticamente o mesmo conteúdo daquele entregue em março. Herman Benjamin e Gilmar Mendes ainda não definiram a data da retomada do julgamento. Movida pelo Diretório Nacional do PSDB, a Ajie (Ação de Investigação Judicial Eleitoral) de número 1943-58 foi ajuizada dias depois do segundo turno das eleições presidenciais de 2014. Caberá a sete ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) determinar se os então candidatos Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) abusaram do poder político e econômico naquela campanha. Como a petista sofreu impeachment e perdeu o cargo no ano passado, a ação pode agora levar à cassação de seu vice, tornar Dilma e Temer inelegíveis, ou poupá-los. Atualmente integrando o governo Temer, o PSDB ‘mudou de ideia’ e diz que o atual presidente não cometeu irregularidades, apenas Dilma. (BocaoNews)

Comentários da Notícia: