terça-feira, 13 de junho de 2017



A confusão envolvendo forrozeiros e sertanejos às vésperas do São João ganhou mais um capítulo nesta segunda-feira (12), com o vazamento de um áudio de WhatsApp em que o cantor de forró Alcymar Monteiro ataca a sertaneja Marília Mendonça. No final de semana, a cantora goiana disse que “vai ter sertanejo no São João, sim”, em resposta a uma crítica da 'colega' Elba Ramalho sobre a invasão dos sertanejos em redutos tradicionais do forró, como Campina Grande (PB) e Caruaru (PE). Apenas na Bahia, Marília tem quatro shows marcados para este mês, em alguns dos destinos mais tradicionais da festa.

No áudio, postado em um grupo fechado a cantores de forró do aplicativo, e depois vazado na internet, Monteiro diz que a música que Marília canta é para “cachaceiros”. Ao site da revista Veja, Júnior Monteiro, empresário e filho do cantor, confirmou que a gravação realmente foi feita por seu pai, mas afirmou que ele se destinava somente aos músicos do grupo no WhatsApp e que o forrozeiro “não tem nada contra Marília”.

“Essa senhora não tem autoridade para falar nada. Como é que ela vem falar que aqui é lugar de sertanejo? Isso é um ‘breganejo’ horroroso para cachaceiro, para quem não tem identidade. Quem tá falando é Alcymar Monteiro”, diz o cantor no áudio (confira abaixo). “Dona Marília Mendonça, você é lá de Goiás. Vá cantar lá no seu Goiás! Não vem encher o saco da gente aqui, não, entendeu? (…) Você vem lá de Goiás invadir nossa praia. Agora vê se a gente canta lá no teu Goiás. Vocês não deixam”, continua.

“Eu vou baixar o nível, viu?! Não venha aqui no nosso terreiro querer cantar de galo, não, viu? Aqui quem canta de galo é galo, galinha aqui não canta. Entendeu bem? Tá certo? (...) Sua música é horrorosa! Você não está com nada, entendeu? Você canta para cachaceiro. Eu canto para família, para as crianças, para os velhos, eu sou descendente de Luiz Gonzaga. Nos respeite, entendeu? Não fale mal de Elba Ramalho, que você não tem autoridade para isso, entendeu? Deixa a gente em paz, vão se danar”, declarou. Até a tarde desta terça, Marília ainda não havia se pronunciado sobre o caso. (Correio)

Ouça a gravação completa.


Comentários da Notícia: