terça-feira, 13 de junho de 2017




Pela primeira vez, serão aplicadas videoprovas traduzidas para a Língua Brasileira de Sinais (Libras) no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017. Na edição deste ano, foram solicitadas ao Ministério da Educação (MEC) 1.897 utilizações dessa opção de acessibilidade. O recurso foi o mais escolhido entre os participantes surdos ou com deficiência auditiva.

Além das videoprovas, o candidato tinha a opção de escolher um Tradutor-Intérprete de Libras, que teve 1.489 solicitações, e também o recurso de Leitura Labial, selecionado por 1000 pessoas. De acordo com o MEC, quase 52 mil participantes solicitaram Atendimento Especializado para o Enem. Desse total, 4.957 são deficientes auditivos e 2.184 são surdos.

A videoprova foi elaborada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) com auxílio de professores, pesquisadores e especialistas da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), do Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), e outras instituições. (Metro1)

Comentários da Notícia: