quarta-feira, 28 de junho de 2017



Em meio à pressão de políticos, servidores e advogados, a cúpula do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) reduziu para 29 o número de comarcas do interior ameaçadas de extinção. Entre as quais, Itapebi, Acajutiba e Serra Preta. A nova lista foi elaborada na última quarta-feira, em mais um encontro da comissão criada para discutir o processo de desativação de fóruns. No início do mês, a Corte havia apresentado uma relação com 49 comarcas passíveis de fechamento, quase metade das 100 unidades que constavam na primeira proposta do TJ, concluída no fim de 2016.

Duelo de bacharéis
Um dia antes de diminuir a quantidade de comarcas que podem ser extintas, o TJ foi acionado na Justiça Federal pela OAB da Bahia, que entrou na guerra contra a desativação de unidades do Judiciário. Na ação, a vice-presidente da Ordem, Ana Patrícia Dantas Leão, alega que as medidas violam a Constituição.

Padrinhos e afilhados
Apadrinhado pelo senador Otto Alencar (PSD), o advogado Josafá Marinho de Aguiar vai comandar o Escritório Federal de Pesca e Aquicultura na Bahia. Ex-chefe do Departamento Nacional de Obras Contra a Seca (Dnocs) no estado, Aguiar pertencia à cota de Otto no governo Dilma Rousseff (PT), perdeu o cargo com a queda da petista, mas foi nomeado novamente pelo Planalto. (Correio)

Comentários da Notícia: