sexta-feira, 7 de julho de 2017



A APLB-Sindicato promoveu nesta quinta-feira (6), no Ginásio de Esportes do Sindicato dos Bancários, no Centro de Salvador, assembleia geral para discutir a pauta de reivindicações e propostas de paralisação dos trabalhadores e trabalhadoras do setor da Educação.

Segundo fontes ligadas ao BNews, foi aprovada a proposta de paralisação de 48 horas, nos próximos dias 11 e 12. No dia 18 de julho, a categoria pretende se reunir em nova assembleia no intuito de deflagrar greve.

A categoria ainda pretende realizar um ato político-cultural na Praça Municipal, em protesto contra as reformas propostas pelo governo Michel Temer.

No dia 6 de junho, a categoria aprovou indicativo de greve e também uma pauta mínima de reivindicações, com a contraproposta de reajuste no percentual de 14,5%, bem como as propostas para a continuidade do movimento. (BocãoNews)

Comentários da Notícia: