quarta-feira, 5 de julho de 2017




No Complexo Penitenciário da Papuda, no Distrito Federal, o ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) divide a cela com outros nove presos. No local desde a terça-feira (4) após ser transferido da Superintendência da Polícia Federal, em Brasília, o peemedebista já teve o cabelo cortado.

A cela de Geddel, segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP) do DF, tem capacidade para comportar 12 pessoas.

O ex-ministro está no mesmo presídio que Lucio Bolonha Funaro, apontado pelas investigações como operador de Eduardo cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados. Segundo as investigações, Geddel teria sondado a mulher de Funaro sobre uma possível delação, o que foi entendido pela Polícia Federal como um ato para atrapalhar a apuração. Geddel e Funaro, no entanto, estão em locais separados, nas alas A e B, respectivamente.

Acomodações

Na cela, que fica na ala para presos que possuem nível superior, há quatro treliches, chuveiro frio e um espaço para necessidades fisiológicas. (Metro1)

Comentários da Notícia: