quinta-feira, 20 de julho de 2017



Alvo de críticas em decorrência do acordo de delação premiada que o livrou da prisão, o empresário Joesley Batista resolveu processar políticos, jornalistas e apresentadores de TV que o xingam publicamente. Um dos acionados será o presidente Michel Temer (PMDB), que já o chamou de "bandido confesso". Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, o dono da JBS pretende doar as indenizações que ganhar para uma instituição de caridade. Mais de 20 pessoas já compõem a lista de nomes que serão acionados por Joesley. De acordo com a publicação, uma equipe de advogados já faz o levantamento de críticas proferidas contra o empresário. (BahiaNotícias)

Comentários da Notícia: