quarta-feira, 19 de julho de 2017




O Ministério Público do Estado (MP) recebeu três outras denúncias de supostas fraudes com as cotas raciais no último concurso da Agerba, encerrado em março deste ano. Os novos casos foram confirmados pelo MP ontem, um dia após a Satélite revelar a existência de investigação em curso para apurar suspeitas de irregularidade nas autodeclarações apresentadas por três candidatos às 12 vagas reservadas aos afrodescendentes. Metade delas preenchidas por pessoas que aparentemente não preenchem os pré-requisitos necessários. De acordo com o MP, as acusações partiram de candidatos que teriam identificado as irregularidades em fotos nas redes sociais. O MP disse ainda que, assim como nos três casos anteriores, vai investigar o caso e, se houver indícios de fraude, levará a denúncia ao governo do estado.

Na moleza
A promotora de Justiça Livia Santana, que analisa as ocorrências, vê omissão do estado, já que o MP havia recomendado ao governo prever nos editais de concurso uma comissão para verificar as autodeclarações. O que não ocorreu no da Agerba. “Estudos mostram que, nos editais que preveem comissões, o número de fraudes reduz muito. Não há como estabelecer uma política pública como essa sem verificação”, diz.

Vitrine às avessas
A Bahia ocupa o terceiro lugar no ranking dos estados com a maior quantidade de políticos eleitos e nomeados para cargos públicos, executivos de empresas estatais ou dirigentes de autarquias da União envolvidos em crimes econômicos. No momento, 752 nomes da Bahia, ou 5,9% do total, aparecem no banco de dados sobre as chamadas Pessoas Expostas Politicamente (PEPs), elaborado pela AML Consulting, líder nacional em serviços de prevenção à lavagem de dinheiro. Só perde para São Paulo, com 1.234 (9,7%) e Distrito Federal, com 874 (6,9%). Na fila que reúne associados a atividades ilícitas da Lava Jato, o estado está em quinta posição, com 57 pessoas.

Corrida de milhões
Nova operadora do aeroporto de Salvador, a francesa Vinci aumentou a carga de atrativos para ganhar o hub que a Gol criará no Nordeste para operar voos internacionais em parceria com a Air France-KLM. Além dos incentivos fiscais oferecidos pelo governo do estado e prefeitura, a Vinci acenou com a antecipação de investimentos destinados à estrutura do terminal. A oferta levou a cúpula da Air France-KLM em Paris, onde o caso será decidido, a adiar o anúncio do vencedor na disputa travada também por Fortaleza e Recife.

Nem aí
O deputado federal Marcos Medrado (Podemos) acredita que o PR naufragará na tentativa de levar o comando da Bahiatursa, hoje com seu filho, Diogo Medrado. “O dono dos cargos é o governador Rui Costa. E outra: não fizemos acordo por cargo”, disse. Sobre o desejo do PR de controlar mais que a Secretaria de Turismo, disparou: “Diogo estava na Bahiatursa antes do PR”.

Moral em alta
Numa demonstração de força eleitoral, o prefeito de Feira, Zé Ronaldo (DEM), recebeu uma romaria de políticos ontem, nas comemorações pelo seu aniversário de 67 anos. Até o fim da noite, passaram por lá dezenas de deputados, prefeitos e vereadores de cidades vizinhas. Entre os quais, o prefeito da capital, ACM Neto (DEM), e o vice, Bruno Reis (PMDB).

"Os órgãos públicos devem exigir padrão ético e moral de quem eles contratam",
Igor Kannário, vereador do PHS de Salvador, ao defender projeto de lei de sua autoria que proíbe empresas envolvidas em casos de corrupção de participarem de licitações da prefeitura.

Pílula
Na caçada Em busca de verbas para pavimentar 40 ruas em bairros carentes, o prefeito de Irecê, Elmo Vaz (PSB), correu gabinetes do governo ontem. O primeiro papo foi com o secretário de Desenvolvimento Urbano, Fernando Torres. O segundo, com o presidente da Desenbahia, Otto Alencar Filho. (Correio)

Comentários da Notícia: