sábado, 22 de julho de 2017




O babalorixá Tomaz Pereira Gonçalves Alves, de 67 anos, foi preso nesta sexta-feira, 21, sob suspeita de encomendar, por R$ 3 mil, o assassinato de um outro pai de santo, identificado como Renildo Gonçalves de Jesus, de 58, na zona rural de Tiquaruçu, distrito de Feira de Santana (a 109 km de Salvador). O crime – cometido em 14 de março deste ano – teria sido motivado pela disputa por clientes.

Segundo o delegado Gustavo Coutinho, titular da Delegacia de Homicídios (DH) de Feira, os executores são Lázaro Jonas da Cruz Neto, 27, Tiago de Freitas Coutinho, 24, Charlon Gabriel da Nóbrega Coelho, 24, e Antônio Marcos dos Santos Lima, 27, detidos na mesma operação.

Conforme a investigação, Tomaz fez a proposta para os primos Antônio Marcos e Tiago, que ficaram receosos por morarem perto de Renildo. Para não deixar pistas, resolveram ir ao centro da cidade e contrataram Charlon e Lázaro, apontados como pistoleiros.

Cerca

No dia do delito, uma manhã de segunda, por volta das 6h, a dupla foi até a casa de Renildo, sob o pretexto de comprar uma cerca. “Charlon sacou a arma, anunciou um assalto e efetuou diversos disparos”, detalhou Coutinho. Alvejado seis vezes, Renildo morreu diante da esposa e do filho.

Motocicleta

O delegado Gustavo Coutinho informou, ainda, que uma das pistas que ajudaram a chegar aos autores foi a motocicleta utilizada pelos executores.

“Na época, ficamos sabendo que dois indivíduos, com capacete, em uma moto Biz de cor preta, foram até a residência da vítima, solicitando serviço de colocação de cerca. Além disso, apuramos que um dos autores possuía uma tatuagem de terço na perna esquerda”, afirmou ele, ressaltando que, após cometerem o homicídio, os criminosos ratearam o valor acertado.

Os cinco homens detidos já foram encaminhados para o Presídio Regional de Feira de Santana. (ATarde)

Comentários da Notícia: