sábado, 1 de julho de 2017




Nesta sexta-feira (30), o provável aumento que seria dado ao programa Bolsa Família no mês de julho foi suspenso pelo governo do presidente Michel Temer (PMDB). O aumento estimado em 4,6% não foi permitido por falta de espaço no Orçamento do governo.

Na noite da quinta-feira (29), Michel Temer teve uma reunião com o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, na qual foi decidido que não seria possível o reajuste como anteriormente planejado. Terra comanda a pasta que gerencia o Bolsa Família.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, segundo assessores, a decisão sobre o benefício foi adiada. No entanto, não há uma data para que o reajuste seja discutido. (Metro1)

Comentários da Notícia: