• Aumenta número de mortes na fronteira entre México e EUA, diz entidade

    Repórter: AmargosaNews.com
    Publicado: sexta-feira, 4 de agosto de 2017
    A- A+



    O número de mortes na fronteira entre o México e os Estados Unidos aumentou, coincidindo com uma política mais restritiva por parte do governo de Donald Trump em relação à imigração irregular. Dados revelados nesta sexta-feira pela Organização Internacional de Migrações (OIM) apontam que, em sete meses de 2017, 232 migrantes morreram na tentativa da travessia. O número é 17% superior ao registrado em 2016.

    O mês mais mortífero foi o de julho, com 50 corpos descobertos próximos à fronteira. Nove deles, por exemplo, foram localizados ao longo do rio Grande, enquanto outros dez estavam dentro de um caminhão no Texas. No Arizona, foram 96 corpos numa região que enfrenta temperaturas acima de 40 graus.

    Na avaliação da entidade, o que preocupa é que o salto no número de mortes ocorre no momento em que há uma queda no fluxo de migração. Entre janeiro e junho, o total de pessoas detidas cruzando a fronteira foi de 140 mil, metade do que existiu em 2016. (Estadão)

    Categorias:

    Mundo
  • Comentários