terça-feira, 29 de agosto de 2017




Cerca de 130 veículos usados poderão ser adquiridos pela população ou empresas, em leilão realizado da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), nesta quarta-feira (30), a partir das 10h. Os lances iniciais estão entre R$ 700 e R$ 11 mil. Os veículos são apreensões realizadas pelo órgão.

A licitação ocorrerá tanto presencialmente como por meio eletrônico e envolve 124 lotes divididos em carros, motocicletas e utilitários, e seis relativos a bicicletas. As peças apresentam condições variáveis, sendo que apenas um terço dos veículos está apto a retornar às ruas. Os demais serão vendidos como sucata para aproveitamento de peças.

Os veículos arrematados em estado conservado serão entregues ao novo proprietário sem pendências ou ônus da antiga propriedade. Já os lotes considerados como sucatas terão baixa no Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) e não poderão mais ser licenciados ou registrados, com circulação proibida em vias públicas.

Para participar do leilão online, o indivíduo deverá se cadastrar no portal. Este cadastro deverá ser efetuado com, pelo menos, 48h de antecedência. Já de forma presencial, o indivíduo deverá comparecer na data estabelecida no auditório do Edifício Salvador Prime, Intercity Premium, na Avenida Tancredo Neves, nº 2.227, Caminho das Árvores e sinalizar oferta ao leiloeiro.

Será considerada vencedora a maior oferta de valor para o lote. O pagamento do bem deverá ser realizado integralmente por transferência ou depósito bancário para os lotes arrematados de forma online. Já para o bem adquirido de forma presencial, o arrematante deverá pagar boleto bancário de forma integral, e a nota fiscal de aquisição do bem só será emitida após compensação bancária do mesmo.

Poderão participar do leilão cidadãos maiores de 18 anos (exceto para os lotes avaliados como sucata) e pessoas jurídicas. A documentação exigida para participação nos lances inclui carteira de identidade original e CPF, para pessoa física e, para pessoas jurídicas, registro social, estatuto, contrato social, ato constitutivo, ata de fundação e demais documentos conforme enquadramento jurídico e tributário da empresa participante. Não podem participar do leilão colaboradores da Transalvador e seus parentes.

Comentários da Notícia: