quinta-feira, 31 de agosto de 2017




O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou durante a proposta de deleção premiada que arrecadou R$ 80 milhões em caixa 2 por meio de acordo com empresários para financiar campanhas nas eleições de 2014. Outros R$ 70 milhões foram arrecadados por meio de doações oficiais.

O dinheiro era destinado, segundo o portal BuzzFeed News, a um grupo de mais de 50 deputados, composto principalmente por deputados do PMDB e partidos como PP, PR e PSC. Na proposta de colaboração, o deputado teria citado nomes de empresas que pagaram os valores, dentre elas, a Odebrecht e a JBS. Cunha está preso desde outubro de 2016 pela Lava Jato. (Metro1)

Comentários da Notícia: