segunda-feira, 7 de agosto de 2017



Para falar da tramitação da reforma da Previdência, que deve voltar ao centro da pauta legislativa nos próximos dias, o presidente da República, Michel Temer, os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), além dos ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, da Secretaria de Governo, Antônio Imbassahy, e da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, se reuniram na tarde deste domingo (6). O encontro ocorreu no Palácio do Planalto.

As autoridades tentaram traçar estratégias para destacar as reformas econômicas na agenda de votações no Congresso Nacional. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287, que trata da reforma, deve ser aprovada com no mínimo 308 votos, do total de 513 deputados.

De acordo com os líderes do governo no Congresso, a meta é reorganizar a base para conseguir o quórum.
"Quando aprovamos a reforma na comissão [especial], nós tínhamos 290 votos [favoráveis à PEC], estávamos em busca de mais 18 para chegar em 308. Temos que saber se temos condições de aprovar o relatório original ou se nós teríamos que fazer um movimento de reavaliação do que vamos votar", afirmou o deputado Lelo Coimbra (PMDB-ES), líder da maioria na Câmara, à Agência Brasil. (Metro1)

Comentários da Notícia: