segunda-feira, 28 de agosto de 2017




O Ministério Público Eleitoral (MPE) quer que as provas colhidas na ação de cassação da chapa Dilma Rousseff-Michel Temer sejam incluídas em dois processos contra o PT e o PP que tramitam no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Segundo reportagem publicada pelo jornal Estado de S. Paulo, os partidos temem a incorporação de novos elementos de prova aos processos, que podem levar à suspensão de recursos do Fundo Partidário e até mesmo à extinção das siglas.

Entre as provas estariam as delações da Odebrecht no âmbito da Operação Lava Jato. PT e PP são alvos de investigação no TSE a partir de suspeitas de que foram financiados por recursos provenientes da Petrobras, com pagamento de propina disfarçado de doação eleitoral, conforme acusações do ex-diretor de abastecimento da estatal Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef. (Metro1)

Comentários da Notícia: