terça-feira, 29 de agosto de 2017




Na tarde desta segunda-feira (28), guarnições do Grupamento Marítimo (Gmar) reiniciaram as buscas por uma pessoa que ainda está desparecida após o acidente com a lancha Cavalo Marinho I, que aconteceu na última quinta-feira (24). As equipes do Corpo de Bombeiros e das polícias Militar e Civil também estão a procura de familiares da garota de 12 anos que, segundo relato de uma parente, estaria na embarcação.

O titular da 24 Delegacia Territorial (Vera Cruz), delegado Ricardo Amorim, solicitou que parentes da adolescente formalizem o desaparecimento. "O pessoal de resgate foi procurado por uma mulher no dia do acidente, que falou do sumiço de uma garota. Depois desse relato inicial, não foi mais vista. Peço que ela compareça nesta unidade para que nos dê mais detalhes", pediu o delegado.

Na tarde do domingo (27), foi encontrado o corpo da 19ª vítima da tragédia em Mar Grande, que estava na Praia de Barra do Pote, em Vera Cruz. As buscas estão contando com a ajuda de um software de mapeamento costeiro, desenvolvido pelo Corpo de Bombeiros, e que delimita as áreas procuradas."Diminui e otimiza o trabalho das equipes, pois mostra o movimento constante das marés", explicou o subcomandante do Gmar, capitão Luciano Alves, que pontuou que o local onde o corpo da 19ª vítima foi encontrado tinha passado horas antes por varreduras. "Nosso equipamento está direcionando também as embarcações da Marinha", acrescentou.

O delegado Ricardo Amorim afirmou que 101 pessoas já foram ouvidas, entre elas o dono da empresa responsável pela embarcação. As buscam retomam na terça (29). (Metro1)

Comentários da Notícia: