Amargosa: Trabalho de grafitagem da nova vida ao muro do Colégio Almeida Sampaio

Quem passou nos últimos dias pela entrada do Colégio Almeida Sampaio, que fica localizado entre as Praças do Bosque e Lourival Monte, pôde perceber uma mudança radical que trouxe mais vida e coloriu o cenário em frente a instituição de ensino. 

As ações fazem parte de um projeto de arte #Grafitaê que utiliza a técnica da grafitagem para colorir as paredes das escolas com a linguagem da arte urbana e suas diferentes dimensões. O projeto valoriza temas do cotidiano dos estudantes, a exemplo do combate a discriminação,  racismo, sexualidade, tecnologias, redes sociais e empoderamento juvenil. 

A primeira etapa do projeto aconteceu com a realização de oficinas na sala de aula, onde os alunos puderam criar e desenvolver cada um dos painéis. O trabalho de pintura no muro da escola foi realizado entre os dias 21 e 22.

Segundo Jackson Barbosa, conhecido no cenário artístico nacional e internacional como Pinel, responsável por orientar os trabalhos de arte, a principal meta é fazer com que os estudantes tenham acesso a novas possibilidades de vida, e nesse contexto, a arte funciona como um agente transformador. Pinel citou o seu exemplo de vida. “Eu sou um ex-pichador que virou arte educador e hoje tento passar para estes jovens a proposta que há sempre um caminho melhor a seguir. E a arte pode ser um deles”, ressaltou o artista, que tem trabalhos realizados em países como França, Espanha, Alemanha e Itália.
O projeto #GRAFITAÊ é um movimento proposto pela Secretaria da Educação do Estado que tem transformado as escolas da rede estadual de ensino. 
Da Redação 
Fotos: Patricia Paiva
Marcadores: , ,
[blogger]

Author Name

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.