quarta-feira, 13 de setembro de 2017




O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) anunciou nesta quarta-feira (13) a formalização do afastamento do ex-ministro Geddel Vieira Lima do partido por 60 dias.

Geddel está preso na penitenciária da Papuda, no Distrito Federal, desde a semana passada, depois de serem encontrados R$ 51 milhões em malas de dinheiro em apartamento vinculado a ele, em Salvador.

O ex-ministro havia pedido licença das atividades no cargo de primeiro-secretário da direção nacional da sigla e estava afastado da presidência do PMDB na Bahia desde julho deste ano. (Metro1)

Comentários da Notícia: