quinta-feira, 28 de setembro de 2017




Após o Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinar que sindicatos filiados à Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), garantam pelo menos o efetivo de 80% dos trabalhadores em atividade durante a greve, que foi decretada na última sexta-feira (22), os Correios informaram nesta quarta (27) que ingressarão com ação de dissídio coletivo --para resolver questões não resolvidas em negociação direta.

Segundo a estatal, a decisão foi tomada depois dos funcionários ligados aos sindicatos vinculados à Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect) anunciarem adesão à paralisação na noite da última terça (26). (Metro1)

Comentários da Notícia: