quinta-feira, 21 de setembro de 2017

A ex-presidente Dilma Rousseff criticou nas redes sociais a decisão do juiz federal Waldemar Cláudio de Carvalho, que autorizou psicólogos a oferecerem a “cura gay” para pacientes. De acordo com ela, a liminar é “a barbárie sob a forma de sentença judicial”. “O Brasil do golpe regride a cada dia: um juiz se acha no direito de sentenciar que homossexualidade é doença. A decisão agride e segrega a comunidade LGBT”, atacou, em postagem em sua página no Facebook. Ainda segundo a petista, a decisão é “reacionária” e fará crescer o preconceito e a violência contra homossexuais. (Bahia Notícias)

Comentários da Notícia: