segunda-feira, 25 de setembro de 2017




Em conversa com a equipe de reportagem do site Amargosa News, o empresário Adalberto Barreto, ou simplesmente Dal, como é popularmente conhecido, falou sobre diversos temas, entre elas, política, economia e planos para o futuro.

Na primeira reportagem, publicada na última segunda-feira (18), Dal revelou que não pretende apoiar nenhum candidato nas eleições 2018, quando serão escolhidos o novo presidente, governador, deputados e senadores. (Leia aqui)

Nesta segunda parte da reportagem, o empresário comenta temas relacionados especificamente a cidade de Amargosa, com ênfase para a situação da política local e a geração de novos postos de emprego. Inclusive, neste quesito, Dal falou sobre a sua expectativa em relação a fábrica de calçados. Ele declarou que espera que a unidade seja aberta o mais rápido possível e lembrou que uma das promessas da última campanha política para prefeito era que a unidade seria reaberta nos primeiros meses do ano. "Eu fico triste em ver a nossa tão sonhada fábrica de calçados, que foi prometida há um ano atrás no período de campanha ainda fechada. Eu sinceramente espero que ela deixe de ser uma promessa e seja de fato reaberta o mais breve possível para gerar novos empregos para a população de Amargosa que vem sofrendo bastante com o desemprego", pontuou.

Dal falou também sobre a sua visão em relação aos nove meses de governo da atual gestão. "Eu confesso que esperava mais, até por conta da amizade do gestor municipal com o governador do Estado. Acredito que esta relação poderia ser mais proveitosa com a chegada de novos recursos para Amargosa, porque até agora continuamos com as mesmas promessas de governo, como as estradas de Santo Antônio de Jesus a Amargosa e Brejões a Amargosa, sem contar no DISEP, que até hoje não foi entregue. Infelizmente é uma amizade que só favorece o partido político", enfatizou o empresário.

Na seqüência da conversa, Dal fez críticas relacionadas à situação das estradas vicinais que atendem, principalmente, os moradores da zona rural. "Tem lugares na zona rural que as estradas estão intransitáveis. Esta semana mesmo, um amigo meu precisou ir a Corta-Mão e me falava que a situação é lamentável. Eu tenho um sitio perto de São Roque e está ruim de chegar. Aqui na cidade, posso falar sobre o Rodão que é o bairro onde eu moro e alguns carros atolaram esta semana. Tem uma rua ali atrás do cemitério com crateras de quase um metro. Nós esperamos que estes e outros problemas sejam solucionados o mais rápido possível", disse ele.

Sobre os planos para o futuro Dal disse que pretende seguir em frente com seus empreendimentos, contribuindo com a geração de emprego e renda para a população de Amargosa. "Nossa meta é trabalhar e continuar ajudando a cidade Amargosa de todas as maneiras possíveis, inclusive, levando o povo para trabalhar, seja lá onde for", finalizou.

Da Redação e Fotos: AmargosaNews.

Comentários da Notícia: