sexta-feira, 22 de setembro de 2017

O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal do Distrito Federal, afirmou em nota nesta quinta-feira (21), que “em nenhum momento” considerou homossexualidade como doença.

Nesta segunda-feira (18), o magistrado determinou que o Conselho Federal de Psicologia não impeça psicólogos de “promoverem estudos ou atendimento profissional, de forma reservada, pertinente à (re)orientação sexual”

De acordo com o juiz, houve interpretação e a propagação equivocada de sua decisão. (Notícias ao Minuto)

Comentários da Notícia: