terça-feira, 5 de setembro de 2017




O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou o ex-empresário do ex-jogador jogador do Vitória Victor Ramos, Francisco José de Godoy Ferreira, por falsificação de documentos. O agente é acusado pelo órgão de adulterar e-mails da negociação do zagueiro envolvendo o Monterrey-MEX e o rubro-negro baiano.

O MP requer que o agente seja condenado pelo crime de falsificação de documentos, com previsão de pena de reclusão de um a cinco anos, além de pagamento multa. O caso ganhou repercussão no ano passado, quando o Internacional-RS entrou com uma ação pedindo a exclusão do Vitória da Série A.

Segundo a denúncia do MP-RJ, Godoy teve acesso e adulterou os e-mails trocados entre o clube baiano e o setor de registro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sobre o prazo da janela de transferência internacional de jogadores. Os direitos federativos de Victor Ramos pertenciam ao Monterrey, do México. Os e-mails adulterados foram usados pelo Inter como prova na ação contra o Leão da Barra. (Metro1)

Comentários da Notícia: