sexta-feira, 29 de setembro de 2017




O Partido dos Trabalhadores (PT) protocolou nesta quinta-feira (28) no Conselho de Ética do Senado uma representação pedindo a abertura do processo de cassação do mandato do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG).

A Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) havia decido suspender o mandato de Aécio, além de impor ao tucano o recolhimento domiciliar noturno. Porém, nesta quinta, o Senado decidiu por 43 votos a 8 colocar em votação a medida tomada pelo STF. A análise deverá ser feita na semana que vem. (Metro1)

Comentários da Notícia: