segunda-feira, 25 de setembro de 2017




Jogo pegado, disputado, oportunidades perdidas e um gol no apagar das luzes. Com pênalti marcado no último minuto de jogo, o Bahia venceu o Grêmio por 1x0, na Fonte Nova, neste domingo (24). O resultado leva o Bahia para a 13ª posição na Série A.

Intensidade. Essa palavra resume bem o que foi o primeiro tempo do duelo de tricolores. O Bahia começou o jogo colocando pressão. No primeiro lance, Eduardo cruzou fechado e o goleiro Paulo Victor escorregou, caindo dentro do gol, com as bolas na mão. Para sorte dos gremistas, a bola não ultrapassou a linha.

Com velocidade, Mendoza levou perigo ao gol gaúcho, mas esbarrou na própria falta de qualidade na finalização. A melhor chance saiu aos 14 minutos, quando o colombiano conseguiu deixar Bressan para trás e mandou um chute rasteiro, mas a bola desviou no joelho de Vinícius e passou tirando tinta da trave.

O tricolor ainda chegou bem com Juninho e Edson, que obrigou Paulo Victor a fazer milagre após aproveitar cobrança de escanteio. A bola não entrava de jeito nenhum. Mérito para o goleiro gaúcho, que fechou o gol.

O Grêmio teve poucas oportunidades, mas desperdiçou um lindo chute de Arroyo e uma falta perigosa cobrada por Fernandinho, com ambas as bolas indo por cima do gol.

Mas a intensidade não era apenas no quesito bola rolando. O primeiro tempo foi marcado por muito bate-boca também. Teve discussão de Edson com o ex-Bahia Jael, Eduardo peitando Arroyo e Lucas Fonseca brigando por ter recebido cartão amarelo. Não faltou trabalho para o árbitro, que distribuiu quatro cartões amarelos no primeiro tempo (Eduardo, Lucas Fonseca, Arroyo e Michel).

No intervalo, Allione foi o escolhido para entrar na vaga de Vinícius e tentar mudar a cara do jogo. Sem sucesso. Em dia infeliz, o argentino errou passes bobos e irritou o torcedor tricolor. Segunda tentativa: colocar Edigar Junio e tirar Zé Rafael, apagado no jogo. Foi aí que o Bahia ganhou um fôlego a mais.

Além de boa chegada em velocidade de Mendoza, que foi cortado por Kannemann, o Bahia chegou com muito perigo em uma cobrança de falta venenosa de Juninho, que tentou acertar o ângulo direito de Paulo Víctor, que precisou se esticar todo e contou com a sorte para ver a bola passar por cima do gol, rente à trave.

O problema é que o Grêmio começou a gostar do jogo. Chegou bem com Everton, que além de tentar o gol armou jogada para Jael, que tocou para Patrick mandar um chutaço no travessão e assustar Jean. No rebote, Fernandinho ainda tentou, mas o goleiro tricolor caiu bem.

Quando tudo parecia perdido, um alento. Aos 48 minutos, Allione foi derrubado na área. Rodrigão partiu para a cobrança e fez o gol do triunfo. Um alívio para o torcedor que sofreu o jogo inteiro.

O próximo jogo do Bahia é novamente em casa. No próximo sábado (30), o tricolor recebe o Coritiba, às 16h, na Fonte Nova. (Correio)

Comentários da Notícia: