segunda-feira, 25 de setembro de 2017

O Ministério Público do Trabalho (MPT-SP) processou o SBT pedindo que a emissora pague R$ 10 milhões de indenização por "danos morais coletivos" por casos como o ocorrido em junho com a apresentadora Maisa Silva no "Programa Silvio Santos", segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha.

No dia do ocorrido, Silvio sugeriu que a jovem de 15 anos namorasse o apresentador Dudu Camargo, 19 anos, que também participava da atração. A menina mostrou desconforto, segundo o MPT - ainda assim, Silvio insistiu na brincadeira.

A coluna detalha que a ação alega que houve "violações aos direitos à intimidade, à vida privada, à honra e à imagem" de empregados da emissora. 

O MPT também cita cena do "Programa do Ratinho" em que o apresentador chuta uma caixa de papelão "em que se encontrava a assistente de palco Milene Uehara".

Para coluna, o SBT disse que não tem conhecimento da ação, não foi notificado e "não irá se pronunciar". (Bocão News)

Comentários da Notícia: