quarta-feira, 27 de setembro de 2017




O presidente Michel Temer foi notificado na tarde desta quarta-feira (27) para que ele apresente a sua defesa sobre a denúncia oferecida pela Procuradoria Geral da República (PGR) por organização criminosa e obstrução à Justiça. O documento foi entregue, após ser lido ontem no plenário da Câmara por mais de 5 horas, pelo primeiro-secretário da Câmara dos Deputados, Fernando Giacobo (PR-PR), ao subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil, Gustavo Rocha, no Palácio do Planalto. Também foram recebidas as notificações contra os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral).

Agora, com a notificação, o processo será encaminahdo à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), que dará o parecer sobre o caso. A decisão final caberá a Câmara dos Deputados. A denúncia só segue para análise do STF com a autorização dos deputados. São necessários os votos de pelo menos 2/3 dos deputados ( 342 dos 513) para que isso aconteça. A previsão é que a votação aconteça em outubro, conforme anunciou o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). (Metro1)

Comentários da Notícia: