quinta-feira, 26 de outubro de 2017




A Câmara dos Deputados votou na noite desta quarta-feira (25) pelo arquivamento da segunda denúncia protocolada pela Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer (PMDB), por obstrução da Justiça e organização criminosa, seguindo o posicionamento do relator, Bonifácio de Andrada (PSDB). Assim como na primeira denúncia, por corrupção passiva, o resultado a favor de Temer já era esperado.

Temer estava em uma forte campanha de arrecadação de votos desde que o então procurador-geral da República, Rodrigo Janto, protocolou a segunda denúncia contra ele, em setembro. De acordo com um levantamento feito pelo jorna Estadão, as negociações políticas feitas para tentar barrar as duas denúncias criminais contra Temer (PMDB) podem ter chegado a custar R$ 32,1 bilhões. (Metro1)

Comentários da Notícia: