quarta-feira, 18 de outubro de 2017



Com o objetivo de incentivar a substituição de motores elétricos antigos e pouco eficientes por motores mais modernos, mais eficientes e que atendam a regulamentação vigente de padrões mínimos de eficiência, através da concessão de um bônus preestabelecido de acordo com a potência e classe de rendimento do motor.

Podem participar do projeto os consumidores cativos e os consumidores livres (com exceção daqueles conectados diretamente à rede básica), pertencentes às classes Industrial, Poder Público, Condomínios Residenciais (com CNPJ), Rural Irrigante, Serviços Públicos e Comércio e Serviços que estejam em dia com suas obrigações comerciais perante a concessionária. Para inscrição, o consumidor deve acessar o portal de inscrição do Projeto Bônus para Motores Eficientes e informar seus dados cadastrais, os dados dos motores antigos que serão substituídos e os dados dos motores novos propostos.

As inscrições podem ser realizadas até 31/10/2017.

 A validação da inscrição e a assinatura do contrato estão condicionadas à disponibilidade de recurso no projeto. Em função dessa limitação, dentre outros requisitos estabelecidos no regulamento, a ordem de submissão das inscrições no portal é considerada no processo de validação, em caso de esgotamento do recurso. Após validada a inscrição, será firmado contrato entre a concessionária e a Unidade Consumidora que deverá executar o projeto de substituição de seus motores elétricos num prazo de até 5 meses.

Com o término da execução do projeto e apresentação dos documentos comprobatórios à distribuidora, o consumidor receberá um bônus preestabelecido de acordo com a potência e classe de rendimento do motor. O detalhamento de todas as etapas do projeto e dos requisitos necessários para participação é apresentado no regulamento do projeto, disponível para download na página www.coelba.com.br.

REQUISITOS PARA SUBSTITUIÇÃO DOS MOTORES ELÉTRICOS

 Os bônus se limitam a substituição de motores elétricos de indução trifásicos fabricados até 2009 e com potência entre 1 cv e 250 cv, ou a substituição de motores elétricos monofásicos com potência entre 1 cv e 15 cv.
 Todos os motores antigos a serem substituídos (trifásicos ou monofásicos) deverão estar em operação e possuir regime de funcionamento de no mínimo 3.000 horas/ano.

 Todos os motores novos trifásicos, das categorias IR2 ou IR3, nas potências nominais de 1 a 250 cv nas polaridades de 2 e 4 pólos, nas potências de 1 a 200

Comentários da Notícia: