sábado, 14 de outubro de 2017

A maioria dos brasileiros que moram no Sul, Sudeste e Centro-Oeste, onde o horário de verão é adotado e começa a valer à 0h deste domingo, considera a medida positiva, segundo recente pesquisa do Datafolha. Nessas regiões, 56% dos moradores são favoráveis à medida, enquanto 38% são contrários e, para 5%, a questão é indiferente. O Centro-Oeste é a única dessas regiões onde a maioria é contrária ao novo horário (52%).

O horário de verão de 2017 começa à meia-noite de domingo (15) e vai até 18 de fevereiro. O governo chegou a cogitar o fim da medida, mas optou por mantê-la pelo menos até neste ano. Segundo a pesquisa do Datafolha, as pessoas mais velhas têm uma resistência maior ao horário de verão. Aqueles entre 16 e 24 anos, apenas 21% são contra -a rejeição salta para 50% entre pessoas com mais de 60 anos.

A opinião varia ainda de acordo com o local de moradia. A aprovação é maior entre moradores de regiões metropolitanas: 58% consideram a medida positiva e 35%, negativa. No interior, 55% são favoráveis e 40%, contrários. A escolaridade e renda também afetam a posição dos entrevistados sobre o assunto. Entre os menos escolarizados, que cursaram apenas ensino fundamental, 43% não aprovam o horário de verão. A avaliação negativa cai para 35% entre pessoas mais escolarizadas, com ensino superior.

Os mais pobres, com renda familiar mensal de até dois salários mínimos, são os que mais tendem a ser contra o horário de verão (40%). Entre eles, 53% são a favor da medida e, 7%, indiferentes. Já entrevistados com renda familiar mensal de cinco a dez salários mínimos são os que mais aprovam a mudança de horário (65%). Apenas 32% deles são contra e, 3%, indiferentes.

A pesquisa Datafolha foi feita com 2.772 brasileiros de 16 anos ou mais, nos dias 27 e 28 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. (Bocão News)

Comentários da Notícia: